VMworld 2017 – Survival Guide (para Brasileiros)

Olá Homelabers!

A VMworld Las Vegas está chegando e resolvi escrever esse SURVIVAL GUIDE (para Brasileiros) onde vou compartilhar com vocês algumas dicas para quem vai participar do evento, principalmente os Brasileiros, aproveitarem ao máximo o evento.

Essa será a minha segunda VMworld então minhas dicas são relacionadas com a experiência que tive em 2016 e também nos diversos posts que eu li.

UPDATE: Lista de TODOS OS EVENTOS E FESTAS (so far) da VMworld US

https://docs.google.com/spreadsheets/d/1YT8Ozok-FnopbWQkIiY7r1-WRfiJGglNE0Pe9YZjJvU/pubhtml?gid=1&single=true. Na dúvida, se registre em todos!

UPDATE 2: Onde me encontar:

Viajo no próximo dia 24/08 saindo de SP (voo 884 da United) via Chicago e chego em Las Vegas no dia 25/08 às 11:30am. Estarei hospedado no Hotel Luxor. Pode me chamar no WhatsApp e/ou no Twitter

Criei um grupo no WhatsApp, se você quiser participar é só entrar http://bit.ly/vmworldus17BRwhatsapp

Na próxima semana, atualizo o post com a minha agenda.


O que fazer na VMworld?

Essa pode parecer uma pergunta ridícula, mas se você estiver participando do evento pela primeira vez, pode acabar se perdendo, não aproveitando tudo o que poderia e depois ficar com aquela sensação de que deveria ter aproveitado mais.

Como eu escrevi no meu post do ano passado:

  • VMworld é uma maratona, você tem que ir devagar no começo para chegar inteiro no final. Caso contrário, no segundo dia você irá “pedir arrego”.
  • Esqueça, você NUNCA vai conseguir fazer tudo o que planejou. Portanto, não se culpe. E para mim isso é ótimo. Sou um cara que ao mesmo tempo que gosta de planejar, também gosto de me deixar ser levado pelo acaso.

Networking

Minha dica aqui é: NETWORKING. Aproveite e invista a maior parte do seu tempo para conhecer novas pessoas. Faça uma lista de quem você quer conhecer e conversar. Converse com a pessoa ao lado na fila do almoço, na festa, etc. Vocês dois estão ali com os mesmos interesses.

Tem vergonha de falar Inglês? Perca essa vergonha agora. Lembre-se que você fala duas línguas (Português e Inglês) e o “gringo” do outro lado só fala Inglês, então ele vai entender você, mesmo que o seu Inglês não for tão bom assim.

Comunidade

A comunidade Latina é relativamente grande e costuma se ajudar bastante. Ter conhecido essa galera ano passado, foi fundamental para mim. Eles me salvaram de muitas roubadas 🙂

Existe um canal do twitter (como assim você AINDA não está usando twitter) chamado vMAFIALATAM. Entre em contato comigo (@homelaber) ou com o @arielsanchezmor para entrar no grupo. Você não irá se arrepender

Se você ainda não é usuário do Twitter, abra uma conta agora mesmo. Tudo acontece no twitter. Siga e use as hastags oficiais do evento:

  • #vmworld – VMworld 2017
  • #vmworldHOL – VMware Hands-On Labs at VMworld
  • #vmworld3word – 3-word social posts
  • #vmworldselfie – selfie photos
  • #VMwarePEX – Partner Exchange

vBrownBag

O vBrownBag esse ano terá um espaço para suas apresentações no estilo TED. A sua presença é fundamental para que isso continue acontecendo nos próximo anos.

VMUG

O VMUG estará presente em peso na VMworld. Se você ainda não conhece o VMUG, é uma grande oportunidade. Visite o stand do VMUG, converse com o pessoal – eu certamente estarei no both durante algumas horas para atender os membros.

Se você já é um membro do VMUG, não deixe de participar da festa para membros. É muito legal e mais uma chance de conhecer (e rever) pessoas.

Meet the Experts

Agende sessões com os Experts (Meet the Experts) para tirar dúvidas e falar sobre aquele seu problema cabeludo que não consegue resolver, para dar um feedback sobre uma feature que você gostou ou não gostou ou até mesmo para agradecer o cara pelo trabalha bacana que ele tem feito. Se não conseguir reservar a sessão, pois são as mais procuradas procure o cara no twitter e convide para um bate-papo, um café, etc.

Solutions Exchange

Reserve um dia para visitar o Solutions Exchange (área dos patrocinadores). O lugar é imenso e você deve gastar algumas boas horas lá, conversando com os vendors que te atentem hoje e principalmente com o vendors que você não conhece ainda. Não despreze os “pequenos”, você pode acabar se surpreendendo com aquela empresa da China que você nunca ouviu falar mas que tem um produto super bacana que vai resolver aquele problema da sua empresa ou do seu cliente.

Faça um “estudo” prévio sobre as empresas que você quer visitar, muitas delas você pode agendar uma reunião previamente. Caso contrário, apareça no Both e converse com um dos engenheiros que estão lá. Eles adoram conversar (e não se esqueça dos Swags – mais abaixo).

https://my.vmworld.com/scripts/exhibitorlist/ussponsor.jsp

HOL – Hands-ON Labs

Não deixe de visitar o Hands-On Labs. Durante a VMworld são lançados novos labs e você ainda pode conhecer o pessoal por trás do HOL.

VCDX Workshop

No sábado acontece o VCDX Workshop. Eu atendi ano passado e gostei muito. É uma excelente oportunidade de conhecer alguns VCDXses e aprender.

Faço o seu registro no link: http://learn.vmware.com/VMworld_2017_VCDX_Workshop

Festas

Você deve se preparar para as festas, que são MUITAS. Todos os dias acontecem pelo menos 2 festas, algumas abertas e free, outras abertas mas você tem que pagar e outras fechadas. Recomendo que você entre nesse site e se registre para todas as festas.

Mas tome cuidado. Aproveite o máximo as festas, mas você deve estar pronto para o dia seguinte, pois as atividades sempre começam cedo. Vá devagar.

Não perca por nada na sua vida a festa da Veeam e a festa da VMware, que esse ano terá shows do Blink 182 e Bleachers e vai acontecer na T-Mobile Arena

Mais detalhes sobre a festa https://www.vmworld.com/en/us/vmworld-party-details.html

O que não fazer na VMworld

  • Não se culpe se você não conseguir atender a todas as sessões que planejou. É normal. E as sessões, em sua grande maioria, são gravadas e você poderá assistir depois com mais calma.
  • Vegas é um lugar absurdamente quente, podendo facilmente ultrapassar os 40ºC.
  • Use roupas confortáveis e beba MUITA água.
  • Evite a todo custo caminhar pela rua (como eu fiz ano passado) durante o dia. A grande maioria dos hoteis são interligados (ar condicionado) e você pode circular por eles para chegar ao seu destino.
  • Use um sapato confortável. Resista a tentação de levar aquele sapato ou tênis novinho em folha. Você vai ANDAR MUITO.
  • Não exagere na bebida – que é abundante – você deve aproveitar, mas evite exageros para conseguir estar inteiro no outro dia.
  • Não se feche na sua bolha. Se você estiver indo com amigos, em grupo ou colegas de trabalho, resista a tentação de ficar somente com eles. Explore, interaja com pessoas desconhecidas. Vale muito a pena.
  • Você vai andar muito durante o evento, e carregar uma mochila pesada com laptop, bateria, carregador, etc pode ser bastante cansativo. Pense bem no que você vai carregar.
  • Se você não quiser receber MILHÕES de e-mails e ligações depois do evento, cadastre um e-mail diferente do que você usa no dia a dia.

Sessões

  • Não perca as General Sessions, principalmente a de segunda-feira (28/08), onde são feitos os principais anúncios do evento e a de terça-feira (29/09). Chegue CEDO para conseguir um bom lugar. Ano passado, acabei assistindo do VM Village porque a sala principal estava LOTADA.
  • Procure também pelas sessões do VMTN/vBrownBag, que serão realizadas por membros da comunidade e com muitos assuntos interessantes.
  • Fique atento as sessões de vendors, geralmente o papo é somente marketing.
  • Não encha a sua agenda com sessões. Elas podem ser vistas depois, pois são gravadas, mas nada como estar ali ao vivo e poder perguntar na hora a sua dúvida.
  • Faça perguntas. Muitas sessões terão um espaço para perguntas e respostas (Q&A) ao final, mas caso a sua sessão não tenha, procure falar com o palestrante ao final – de preferência fora da sala leia esse post do Chris Wahl
  • Tome nota de tópicos importantes e referências, para que você possa voltar depois com calma no assunto. Não adianta querer copiar tudo e/ou tirar foto de cada slide.

Dicas Gerais

  • Se possível, se hospede em um hotel próximo ao Mandalay Bay. A maior desvantagem de ficar em um hotel distante é ter que pegar táxi/Uber para se deslocar. Você vai acabar gastando muito tempo com isso.
  • Use Uber ou Lyft para se deslocar pela cidade. Lyft costuma ser mais barato.
  • Procure chegar na sexta-feira, e se possível na quinta, para se refazer da viagem e conseguir se ambientar em Las Vegas.
  • Procure sair de Las Vegas, pelo menos um dia depois do final do evento, assim você evita filas no checkout do hotel, fila no taxi, fila no aeroporto, etc.
  • O Wifi do evento é MUITO RUIM, principalmente nos lugares mais cheios. Compre um chip com internet assim que chegar para não ficar dependendo do wifi, principalmente se você pretende fazer blogar, fazer live de vídeos, etc.
  • Swags (brindes)
  • Cartões de visita – Leve muitos cartões de visita, mesmo se você estiver indo “a paisana” como eu.
  • Carregador de celular (power bank) são essenciais. Leve o seu ou compre alguns por lá!
  • Leve adaptadores de tomada.
  • NÃO PERCA SEU PASSE/CRACHÁ/BADGE de maneira alguma. Tenha ele sempre com você.

Brasileiros na VMworld

Por enquanto, esses são os brasileiros que eu sei que estarão na VMworld US esse ano. Vou atualizando a lista conforme for descobrindo mais gente!

NomeCidadeUFEmpresaTwitterSite/BlogContato
Valdecir CarvalhoSão PauloSP@homelaberhttp://homelaber.com.br+5511 95259-3615
Ricardo ConzattiCuritibaPR@ricardoconzattihttp://www.solutions4crowds.com.br
Wesley MartinsSão PauloSP@wesmrthttp://www.itproland.com.br
Caio OliveiraSão PauloSPVMware@oliveirac_caio
Tarsio ZambranaSão PauloSPIBM@tarsio

Leitura recomendada:

http://searchvmware.techtarget.com/opinion/A-beginners-guide-to-the-2016-VMworld-conference-in-Las-Vegas

http://vmblog.com/archive/2016/07/21/vmworld-2016-survival-guide-key-tips-and-takeaways.aspx

https://docs.google.com/document/d/1QAhGa0OxqTP7gfkhvxrtFSOoPDh_lUqenb2zeIa1bvg/edit

http://homelaber.com.br/vmworld-2016-resumao-da-vmworld-parte-1-o-que-acontece-em-vegas-nao-fica-em-vegas/

https://www.reddit.com/r/vmware/comments/6nts7z/i_may_attend_vmworld_for_the_very_first_time_this/

http://vlenzker.net/2017/04/why-vmworld-2017-us-edition-by-lenzker/

https://blogs.vmware.com/vmworld/2017/07/715.html

Isso ai pessoal, até o próximo post!

VC

Só mais um cara quase 40rentão com mais de 15 anos trabalhando com “computação”. Mestre em Nada, NINJA 9º DAN em Coisa Nenhuma.

Conhece um pouquinho de Infraestrutura, Redes, Servidores, SO, Virtualização, Desenvolvimento, Suporte e Helpdesk.

Editor do blog Homelaber Brasil (http://homelaber.com.br)

Nerd, Acumulador, Corintiano-Maloqueiro-Sofredor, Old School Gamer (Arcades), Marido, Pai da Mariana, do João e da Gabi, fotógrafo aposentado e bebedor de cerveja e whiskey.

9 Comments

  1. Show de bola… Vai ser minha primeira vez lá.. Ótimas dicas!! 🙂

    Abraços,
    Pietro – Campinas/SP

  2. As dicas gerais também se aplicam a outro mega-evento: o AWS re:Invent. Só mudo o nome do hotel: The Venetian. Se possível, hospede-se lá.

  3. Excelente guia, porém ainda acha os custos totais (inscrição + passagem + hospedagem + alimentação) do Vmworld um pouco proibitivos

    1. Olá Leandro!
      Pois é… mas isso depende muito. Bancar do bolso, realmente é um investimento (eu considero isso um investimento) um pouco caro, mas se vc planejar consegue ir de boa. Não é nada de outro mundo. Existem vários “macetes” para diminuir os custos – o maior ao meu ver é o passe – que acabam facilitando a vida de quem vai em modo “solo” como eu. De qualquer maneira, o evento é simplesmente espetacular e vale cada centavo investido!
      Abraço!
      VC

  4. Show de bola o post, Valdecir. Ótima ajuda para os novatos. Como faço para participar desse canal do Twitter? Valeu!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *