Back-to-Basics: Diferenças entre tipos de disco em uma VM (Thin vs Thick Provision)

Olá Homelabers!
Hoje vou começar uma série de artigos chamada Back-To-Basics (ou De volta ao básico em bom Português). Nessa série vou escreve sobre aspectos básicos referente a virtualização. Geralmente serão posts curtos, explicando o conceito de uma determinada tecnologia;
No artigo de hoje, vou esclarecer diferença entre: Thick Provision vs Thin Provision
thin-vs-thick

Em resumo:

Thick Provision Lazy Zeroed – é um disco “thick” padrão, ou seja, todo o espaço é alocado no momento da sua criação. Neste formato de disco virtual, qualquer dado que exista no dispositivo físico é mantido no momento da criação, e só são “zerados” no momento em que a máquina virtual vai escrevendo seus dados.

Thick Provision Eager Zeroed – é um disco “thick” que possui suporte a alguns recursos de cluster, como FT. Também aloca todo o espaço necessário no momento da sua criação. A diferença para o formato “lazy” (ou flat) é que os dados existentes no dispositivo físico são todos zerados no momento da criação. O tempo de criação deste tipo de disco pode demorar mais que os demais.

Thin Provision – neste tipo de disco apenas um espaço mínimo é utilizado no momento da sua criação. A medida que mais espaço físico for sendo necessário, o disco “thin” vai aumentando o seu tamanho, podendo chegar até o tamanho alocado inicialmente.

Na imagem abaixo, podemos ver e entender com facilidade a diferença entre Thick Provisioning e Thin Provisioning

Diferenças entre tipos de disco em uma VM Thin vs Thick Provision
Diferença entre Thick Provisioning e Thin Provisioning

Portanto, se você tem pouco espaço em disco no seu lab, o caminho a seguir é sempre usar Thin Provision. Mas o esquema (mesmo em produção) é sempre ficar de olho na utilização e monitorar o crescimento de suas VMs.

No meu trabalho, todas as VMs que utilizamos, são criadas como Thin Provision e temos um monitoramento super bacana e em cima, para não termos surpresas.

Na minha opinião (totalmente pessoal), trabalhar com Thick Provision é a mesma coisa que trabalhar com storage no século passado. Você vai lá, compra discos projetando um crescimento de 3 anos e aloca disco para cada servidor. Mesmo se o servidor em questão não utilize aquele espaço provisionado, o disco já foi alocado, desperdiçando disco. Com o Thin Provision, você “tecnicamente economiza disco”.

Outro ponto importante: PERFORMANCE. Eu li dezenas de artigos (vou deixar os links aqui no post) sobre isso e no final não consegui chegar a nenhuma conclusão. Uns dizem que disco Thin Provision é mais performático do que disco Thick, outros dizem o contrário. Aqui, o que vale é testar no seu ambiente para tomar a decisão.

É isso ai.. Vou deixar alguns links, onde vocês podem pesquisar mais informações (todos em Inglês).

Até a próxima pessoal!

Links:

http://www.vmware.com/br/products/vsphere/features/storage-thin-provisioning

http://pubs.vmware.com/vsphere-60/topic/com.vmware.ICbase/PDF/vsphere-esxi-vcenter-server-60-storage-guide.pdf

http://blogs.vmware.com/vsphere/2012/03/thin-provisioning-whats-the-scoop.html

https://www.vmware.com/pdf/vsp_4_thinprov_perf.pdf

http://www.storagecraft.com/blog/virtualization-thin-provisioning-better/

http://www.storagecraft.com/blog/top-3-limitations-thin-provisioning/

http://www.techrepublic.com/blog/the-enterprise-cloud/what-is-thin-provisioning/

Só mais um cara quase 40rentão com mais de 15 anos trabalhando com “computação”. Mestre em Nada, NINJA 9º DAN em Coisa Nenhuma.

Conhece um pouquinho de Infraestrutura, Redes, Servidores, SO, Virtualização, Desenvolvimento, Suporte e Helpdesk.

Editor do blog Homelaber Brasil (http://homelaber.com.br)

Nerd, Acumulador, Corintiano-Maloqueiro-Sofredor, Old School Gamer (Arcades), Marido, Pai da Mariana, do João e da Gabi, fotógrafo aposentado e bebedor de cerveja e whiskey.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *