Olá Homelabers!

Hoje vou começar uma série de artigos chamada Back-To-Basics (ou De volta ao básico em bom Português). Nessa série vou escreve sobre aspectos básicos referente a virtualização. Geralmente serão posts curtos, explicando o conceito de uma determinada tecnologia;

No artigo de hoje, vou esclarecer diferença entre: Thick Provision vs Thin Provision

thin-vs-thick

Em resumo:

**Thick Provision Lazy Zeroed **– é um disco “thick” padrão, ou seja, todo o espaço é alocado no momento da sua criação. Neste formato de disco virtual, qualquer dado que exista no dispositivo físico é mantido no momento da criação, e só são “zerados” no momento em que a máquina virtual vai escrevendo seus dados.

Thick Provision Eager Zeroed – é um disco “thick” que possui suporte a alguns recursos de cluster, como FT. Também aloca todo o espaço necessário no momento da sua criação. A diferença para o formato “lazy” (ou flat) é que os dados existentes no dispositivo físico são todos zerados no momento da criação. O tempo de criação deste tipo de disco pode demorar mais que os demais.

Thin Provision – neste tipo de disco apenas um espaço mínimo é utilizado no momento da sua criação. A medida que mais espaço físico for sendo necessário, o disco “thin” vai aumentando o seu tamanho, podendo chegar até o tamanho alocado inicialmente.

Na imagem abaixo, podemos ver e entender com facilidade a diferença entre Thick Provisioning e Thin Provisioning

[caption id="attachment_1331” align="aligncenter” width="800”]Diferenças entre tipos de disco em uma VM Thin vs Thick Provision Diferença entre Thick Provisioning e Thin Provisioning[/caption]

Portanto, se você tem pouco espaço em disco no seu lab, o caminho a seguir é sempre usar Thin Provision. Mas o esquema (mesmo em produção) é sempre ficar de olho na utilização e monitorar o crescimento de suas VMs.

No meu trabalho, todas as VMs que utilizamos, são criadas como Thin Provision e temos um monitoramento super bacana e em cima, para não termos surpresas.

Na minha opinião (totalmente pessoal), trabalhar com Thick Provision é a mesma coisa que trabalhar com storage no século passado. Você vai lá, compra discos projetando um crescimento de 3 anos e aloca disco para cada servidor. Mesmo se o servidor em questão não utilize aquele espaço provisionado, o disco já foi alocado, desperdiçando disco. Com o Thin Provision, você “tecnicamente economiza disco”.

Outro ponto importante: PERFORMANCE. Eu li dezenas de artigos (vou deixar os links aqui no post) sobre isso e no final não consegui chegar a nenhuma conclusão. Uns dizem que disco Thin Provision é mais performático do que disco Thick, outros dizem o contrário. Aqui, o que vale é testar no seu ambiente para tomar a decisão.

É isso ai.. Vou deixar alguns links, onde vocês podem pesquisar mais informações (todos em Inglês).

Até a próxima pessoal!

Links:

http://www.vmware.com/br/products/vsphere/features/storage-thin-provisioning

http://pubs.vmware.com/vsphere-60/topic/com.vmware.ICbase/PDF/vsphere-esxi-vcenter-server-60-storage-guide.pdf

http://blogs.vmware.com/vsphere/2012/03/thin-provisioning-whats-the-scoop.html

https://www.vmware.com/pdf/vsp_4_thinprov_perf.pdf

http://www.storagecraft.com/blog/virtualization-thin-provisioning-better/

http://www.storagecraft.com/blog/top-3-limitations-thin-provisioning/

http://www.techrepublic.com/blog/the-enterprise-cloud/what-is-thin-provisioning/

Compartilhe esse post nas redes sociais...

Valdecir Carvalho

Nerd e pai orgulhoso da Mariana e João. Profissional Sênior de TI com foco em arquitetura de infraestrutura e cloud computing. Blogueiro, podcaster, palestrante, amante de comunidades técnicas, fotógrafo aposentado e adora jogos antigos.

#vExpert · #VMUGLeader · #VUGBrasil · #vBronwBagBrasil · #VeeamVanguard