VMware HomeLab – Parte 0 – Introdução e Arquitetura

Homelaber - VMware Homelab Setup
Este post é a parte número 1 de 3 da série VMware Homelab

Olá HomeLabers! Chegou a hora tão esperada. Vou dar início a essa série com o passo a passo para a instalação completa do seu Homelab VMware.

Particularmente gosto de trabalhar com cenários, acredito que dessa maneira, a “aplicabilidade” do LAB fica mais próximo do mundo real.

Com isso, irei descrever o nosso cenário com uma empresa fictícia que deseja fazer um refresh tecnológico e trocar seu parque de servidores antigos por um ambiente totalmente virtual.

Então vamos lá:

Você trabalha no departamento de TI de uma pequena/média empresa chamada FIRMALABS e os seus servidores são antigos e já estão sem garantia e suporte do fabricante. O número de tickets no Helpdesk referentes a lentidão dos sistemas vem aumentando a cada mês e a experiência do usuário está sendo afetada, assim como a credibilidade do departamento de TI. Panes de hardware são frequentes, gerando indisponibilidades dos serviços e impactando no faturamento da empresa. O seu dia-a-dia como SysAdmin consiste em apagar incêndios e manter o ambiente funcionando.

Seu gerente foi a um evento e ouviu falar sobre Virtualização. Ele pediu um estudo para melhoria do ambiente e um refresh tecnológico foi aprovado pela diretoria. Foi decidido que será realizada a troca dos servidores físicos por um ambiente virtualizado baseado em VMware. Foi aprovada também a compra de um NAS para centralizar o armazenamento de dados. Você será o responsável pelo projeto e deverá fazer toda a implantação do novo ambiente e a migração dos servidores e serviços antigos para a nova plataforma.

Foi decidido também que a arquitetura de rede atual será mantida e um refresh será em uma segunda fase, no próximo trimestre, portanto, está fora do seu escopo no momento.

O ambiente atual é composto de 5 servidores físicos com as seguintes aplicações/serviços/configuração:

Servidores do ambiente atual
Servidores do ambiente atual
  • Marte – AD/DNS/DHCP – 2 cores, 4GB RAM, 1 HD 250GB | Windows Server 2003
  • Netuno – File Server – 2cores, 4GB RAM, 1 HD 1TB | Windows Server 2003
  • Saturno – Servidor Web (LAMP) – 1 core, 2GB RAM, 1 HD 500GB | Linux Ubuntu
  • Venus –  Servidor Banco de Dados (MySQL) – 2 cores, 2GB RAM, 1 HD 500GB | Linux Ubuntu
  • Jupiter –  Servidor Aplicação Proprietária e sem suporte – 1 core, 1GB RAM, 1 HD 250GB | Windows 7

Existem também 2 “deskservers” que funcionam como servidor de arquivos e que rodam uma aplicação do departamento financeiro. Esses “deskservers” foram criados pelo departamento financeiro para suprir uma necessidade pontual e estão em “produção” desde então. Foi descoberto no levantamento realizado que a aplicação não é mais utilizada.

O estudo mostrou que na primeira fase do projeto, se faz necessária a aquisição de 2 servidores para o ambiente VMware (especificação abaixo), assim como a aquisição de um NAS com 4TB de espaço util.

Configuração dos servidores: 2x servidores com 1 processador 4 cores, 16GB RAM e 2 placas de rede

Serão adquiridas 2 licenças (1 por processador) do pacote vSphere with Operations Management Standard (versão 5.5) para o ambiente de virtualização. Esse pacote permite habilitar as funções de vMotion, HA (High Availability) e FT (Fault Tolerance)

Link para download: https://my.vmware.com/web/vmware/evalcenter?p=vsom (necessita registro no my.vmware.com)

A arquitetura do ambiente ficará assim:

FIRMALAB - Servidores-Futuro

Premissas:

  • O sistema operacional dos servidores Windows será o Windows 2012 R2 64 bits. Serão adquiridas 2 licenças Datacenter (por razões de licenciamento)
  • O sistema operacional dos servidores Linux será o Ubuntu Linux Server 14.04.2 LTS 64 bits
  • O AD será implantado em Alta Disponibilidade, como 2 maquinas virtuais
  • Não haverá migração de usuários do AD antigo para o novo. Será tudo recriado do zero
  • Os servidores Marte, Netuno, Saturno e Vênus serão recriados do zero e seus dados migrados para os novos servidores
  • O servidor Júpiter será convertido para virtual (P2V) até a descontinuação do serviço – definida para o 4 trimestre 2015
  • Os deskservers serão descontinuados. Os arquivos serão transferidos para o File Server e a aplicação descontinuada.
Links para download: 
Windows Server 2012 R2 Datacenter 
Ubuntu Server 

Nesse cenário, conseguiremos simular uma empresa de verdade em uma escala reduzida.

O hardware mínimo necessário/aconselhavel para você montar o esse cenário é o seguinte:

1 desktop dedicado e um processador compatível com virtualização
8 GB de RAM / 16 ou mais é melhoria
500GB HD (mais melhor)
2 placas de rede

Essa será arquitetura do nosso laboratório com 1 desktop (ou laptop) e instalando os servidores ESXi em modo nested (aninhado). No decorrer da série iremos montar passo-a-passo esse essa arquitetura.

FIRMALABS - Arquitetura Laboratorio

Se você não dispor desse hardware agora (acredito que o único “senão” deve ser a segunda placa de rede) você pode fazer o lab no seu PC ou Notebook, utilizando o VMware Workstation (baixe a versão de avaliação). Nesse caso, garanta que você tenha pelo menos 8GB de memória ram. Outra opção que eu ainda não testei é usar um notebook com Windows 8, habilitar o Hyper-V e instalar o ESXi como uma VM do Hyper-V. Deve funcionar pois eu já vi alguns posts sobre isso, mas ainda não testei (aqui).

A sequência de posts que pretendo seguir é a seguinte:

  • VMware HomeLab – Parte 0 – Introdução e Arquitetura
  • VMware HomeLab – Parte 1 – Preparativos
  • VMware HomeLab – Parte 2 – Instalação VMware ESXi
  • VMware HomeLab – Parte 3 – Instalação VMware ESXi Nested
  • VMware HomeLab – Parte 4 – Instalação Storage (OpenFiler)
  • VMware HomeLab – Parte 5 – Instalação AD/DNS/DHCP (2x)
  • VMware HomeLab – Parte 6 – Instalação vCenter Server
  • VMware HomeLab – Parte 7 – Configuração vCenter
  • VMware HomeLab – Parte 8 – Configuração vMotion
  • VMware HomeLab – Parte 9 – Configuração HA
  • VMware HomeLab – Parte 10 – Configuração File Server
  • VMware HomeLab – Parte 11 – Instalação Servidor LAMP
  • VMware HomeLab – Parte 12 – Instalação MySQL
  • VMware HomeLab – Parte 13 – P2V servidor Júpiter
  • VMware HomeLab – Parte 14 – Instalação Servidor Monitoração
  • VMware HomeLab – Parte 15 – Finalização

Essa sequência pode mudar, conforme o andamento do projeto (na vida real é assim) e o feedback de vocês. Quero tentar cobrir alguns pontos do curso de VMware ICM (Install, Configure e Manage) e algumas coisas da vida real, por isso, no começo o ritmo será um pouco mais lento.

Os posts dessa série serão publicados 1x por semana, sempre as segundas-feiras.

Até o próximo post e não se esqueça de deixar o seu comentário no post, seguir o HomeLaber no@Homelaber" href="https://twitter.com/homelaber" target="_blank">Twitter (@Homelaber) e curtir a nossa página no Facebook (fb.com/homelaber) para ficar sempre atualizado das novidade do blog.

VC

Só mais um cara quase 40rentão com mais de 15 anos trabalhando com “computação”. Mestre em Nada, NINJA 9º DAN em Coisa Nenhuma.

Conhece um pouquinho de Infraestrutura, Redes, Servidores, SO, Virtualização, Desenvolvimento, Suporte e Helpdesk.

Editor do blog Homelaber Brasil (http://homelaber.com.br)

Nerd, Acumulador, Corintiano-Maloqueiro-Sofredor, Old School Gamer (Arcades), Marido, Pai da Mariana, do João e da Gabi, fotógrafo aposentado e bebedor de cerveja e whiskey.

Series NavigationVMware HomeLab – Parte 1 – Preparativos >>

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *