Rancher Parte 3 – Integração com VMware vSphere e Cloud Amazon AWS

Olá Homelabers!

Essa é terceira e última parte da série sobre Rancher (@Rancher_Labs).

No primeiro post, mostrei como fazer a instalação e a configuração básica do Rancher.

No segundo post, mostrei como preparar e adicionar um host ao Rancher.

Hoje, vou mostrar como fazer a integração do Rancher com o VMware vSphere e com a Cloud Amazon AWS.

  • Provisionar hosts no VMware vSphere
  • Provisionar hosts na Cloud Amazon AWS

Provisionar hosts no VMware vSphere

Para que o Rancher possa provisionar hosts no ambiente VMware vSphere, primeiramente é necessário adicionar o Machine Drive específico para vSphere e para ativar o Machine Driver é muito simples.

Menu INFRASTRUCTURE >> Hosts >> Add Host >> Manage Available machine drivers >> Add Machine Driver e escolher vSphere.

Feito isso, o próximo passo é preencher os campos com as informações do seu servidor vSphere.

  • Nome do Host
  • Quantidade de Hosts
  • Endereço do vCenter ou ESXi (aqui prefira utilizar hostname)
  • Username e Password do vCenter – um usuário que tenha permissão de criar VMs
  • Número de vCPUs, Memória e Disco do host
  • URL do ISO do boot2docker – https://github.com/boot2docker/boot2docker/releases/download/v17.03.2-ce/boot2docker.iso (importante utilizar a mesma versão do Docker utilizada no Rancher)
  • Datacenter, Pool, Host, Network e Data Store onde o Host será criado. Se você tem o vCenter no seu ambiente, não preencha nada no campo Host. Importante preencher os valores exatamente como estão no vCenter.

Após isso, basta clicar no botão Creat e aguardar o provisionamento dos host no vSphere.

Você pode acompanhar o andamento e caso seja necessário fazer algum troubleshooting através dos logs do Rancher Server.

$ docker ps -a
$ docker container logs -f <Container ID>

Após alguns minutos os Hosts estarão provisionados e ativos no Rancher

Você pode também, acompanhar a criação das VMs pelo console do vCenter.

Provisionar hosts na Cloud Amazon AWS

O processo para provisionar hosts Rancher na AWS é bem parecido com o processo para vSphere.

Caso o Machine Driver da AWS não esteja ativo, basta ativá-lo da mesma maneira a qual fizemos com o vSphere.

Menu INFRASTRUCTURE >> Hosts >> Add Host >> Escolher AWS

Importante ressaltar que você precisa ter uma conta ativa na AWS. Não é o foco desse post a criação da conta e a operação da AWS.

Feito isso, o próximo passo é preencher os campos com as informações da AWS:

  • Escolher a região – São Paulo é a sa-east-1
  • Preencher o seu Access Key e Secret Key
  • Escolher o Availability Zone e a VCP/Subnet
  • Escolher o Security Group
  • Definir as caracteristicas do host – Nome, Quantidade, Tipo de Instância, etc.

Após preencher os campos necessários, basta clicar em Create e o Rancher começará a fazer o seu trabalho de provisionar as instâncias na AWS.

Você poderá acompanhar a criação pela UI do Rancher, pelos logs e também pela console da AWS.

Aqui um ponto MUITO importante. Os hosts criados na AWS precisam se comunicar com o Rancher Server, se isso não for possível, você receberá um erro “Failed to find rancher-agent container”.

Eu uso Vivo Fibra, tentei de várias maneiras configurar um Port Forwarding mas não funcionou – aliás, se você tem Vivo Fibra e conseguiu fazer essa configuração, me ajuda ai vai!!! 🙂

Update: Passei mais algumas HORAS tentando fazer esse negócio funcionar e deu certo. A Vivo bloqueia a porta 8080, então eu subi o Rancher Server em uma porta diferente (9999) no caso e criei um redirecionamento de portas no meu modem. Dessa maneira, consegui fazer o provisionamento na AWS sem erros.

Comando para subir o Rancher com uma porta diferente:

docker run -d --restart=unless-stopped -p 9999:8080 rancher/server:stable

Portanto, se você quiser reproduzir isso, antes de mais nada, precisa configurar o port forwarding (redirecionamento de portas) no seu modem/router (https://portforward.com/) e subir o Rancher na porta configurada.

Se você subir o Rancher Server em algum provedor de Cloud, como a AWS ou configurar a sua rede para receber conexões de fora (via Firewall, VPN ou um link Direct Connect com a AWS) você não irá enfrentar esse problema.

Fechamento e Próximos Passos

Bom, pessoal, então é isso! Encerro aqui essa série de posts sobre como montar um Lab de Rancher e espero que vocês tenham gostado e aprendido tanto como eu aprendi.

Deixo algumas dicas para quem quiser seguir adiante com os estudos sobre Rancher:

  • Seguir o @Rancher_Labs no twitter
  • Ler a documentação do Rancher
  • Acompanhar o blog para saber das novidades – a versão 2.0 está em Tech Preview
  • Passear pelo Learning Resources, onde você irá encontrar diversos artigos e vídeos com casos de uso.
  • Entrar e acompanhar o Slack do Rancher – https://rancher-users.slack.com
  • E por fim, testar, praticar e pensar em casos de uso para você e/ou para sua empresa. Monte um lab, comece com algumas aplicações pouco críticas, investigue e estude outros produtos e defina qual é o melhor para você.

Vídeo:

Você poderá acompanhar o passo-a-passo mais detalhado desse post no vídeo abaixo.

Deixe o seu comentário o que você achou da série. Se você conseguiu montar o seu lab, quais foram as suas dificuldades, o que eu poderia ter feito de melhor e diferente.

Até a próxima!

VC

Só mais um cara quase 40rentão com mais de 15 anos trabalhando com “computação”. Mestre em Nada, NINJA 9º DAN em Coisa Nenhuma.

Conhece um pouquinho de Infraestrutura, Redes, Servidores, SO, Virtualização, Desenvolvimento, Suporte e Helpdesk.

Editor do blog Homelaber Brasil (http://homelaber.com.br)

Nerd, Acumulador, Corintiano-Maloqueiro-Sofredor, Old School Gamer (Arcades), Marido, Pai da Mariana, do João e da Gabi, fotógrafo aposentado e bebedor de cerveja e whiskey.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *